Responsabilidade sobre o conteúdo das matérias Colaboradores Artigos

Cachoeirinha RS - 22/12/2007

Natal

*

Por: Jorge Eduardo de Azevedo ( Marinheiro ) - Escritor em 22/12/2007
       Na tarde daquele dia, Adélio vê seu pai chegando em casa. Não foi diferente. Ele continuava triste.

       “Hoje”, disse ele ao sair: “Voltarei com novidades”. Adélio já imaginava sobre o que ele tinha em mente. Ele queria proporcionar um Natal diferente. Com presentes por certo. Seu pai era a sua maneira, meio obstinado. Sua mãe sempre com os pés no chão, via aquilo de maneira natural. Já conhecia seu esposo, assim como também era consciente da situação financeira difícil que sempre enfrentaram. Não queria desiludir a criança, nem desapontar seu marido mas sabia que naquele Natal não seria diferente. Adélio esperava uma bola de couro. Adélio ganhou uma pequena bola de borracha. O que lhe deixou muito tristes, fazendo-o chorar quase a noite inteira.

       No dia seguinte quando acordou, sua mãe já sentada na outra extremidade da cama lhe disse:
Não fique triste querido. O papai fez o que podia. Nesta vida, existem crianças que nada tem, nem mesmo pais que façam por elas e...

       Hoje Adélio entende o verdadeiro sentido das palavras de sua mãe naquele Domingo de Natal. Natal nada mais é do que dar, ou doar-se. Agindo assim, a pessoa está abrindo seu coração e se dando por inteiro. Se entregando por assim dizer. Quando o pai dá um presente, a um filho, podes ter certeza de que foi o melhor que ele pode comprar. Nada é mais gratificante para um pai do que o sorriso do filho ao receber tal presente. E posso também garantir que o melhor presente é ter a presença de pai e mãe junto de seus filhos e vice-verso.

       Neste Natal, seja como for, não penses em ti. No que poderás ganhar, mas sim no que poderás dar. De um telefonema para alguém que está distante. Um beijo e um abraço em quem estiver perto, que será de bom tamanho, e perceberás por fim o verdadeiro sentido do Natal.
Voltar Mais Artigos...


Editora do site: Vital Comunicações - WhatsApp e Fone OI (51) 98406-0092 e-Mail: juarez@owicki.com.br