Responsabilidade sobre o conteúdo das matérias Notícias Cidades

Porto Alegre RS - 11/04/2017

Em Porto Alegre mais de 1200 pessoas já atuam como fiscais de trânsito

* Edição de: Andrea Brasil em 11/04/2017

foto da matéria
Foto: Divulgação PMPA
Um dos maiores desafios das grandes cidades no mundo inteiro é enfrentar os problemas de mobilidade urbana para dar melhor qualidade de vida para as pessoas. Em Porto Alegre, o uso da tecnologia e de soluções inovadoras já começa a facilitar a vida dos usuários do transporte coletivo. O pagamento da passagem com cartões de crédito e débito já começa a ser testado. Outra novidade é o aplicativo que auxilia na educação de motoristas da Capítal.

Com menos de 10 dias de uso, o aplicativo que permite que qualquer cidadão possa exercer o papel de um agente de trânsito e registrar infrações já foi instalado em 1.236 dispositivos, nas plataformas Android e IOS. Dos 537 vídeos enviados pelo Capester, foram geradas 24 notificações. De acordo com o presidente da EPTC, Marcelo Soletti, o documento não tem poder de multa e não gera cobrança posterior. “Neste primeiro momento, o nosso objetivo é conscientizar os motoristas. E já temos retornos que nos mostram que estamos no caminho certo”, disse.

Na semana passada, a EPTC recebeu uma carta comprovando que os objetivos estão sendo atingidos. Um idoso de 75 anos, flagrado com o carro estacionado em cima da calçada, escreveu que ficou com vergonha por ter cometido a infração e prometeu ser cuidadoso. “Dói mais na consciência. Essa atitude realmente educa mais do que se fosse multado. Isso se chama educar”, elogiou o motorista.

Capester – O funcionamento é simples: com o aplicativo instalado no smartphone, os usuários podem fazer o registro de vídeos, de forma anônima, de infrações de trânsito, sem a necessidade de cadastro. A partir daí, as denúncias são enviadas à EPTC. Depois da avaliação e da validação do vídeo, uma correspondência será enviada ao condutor do veículo alertando sobre a infração, auxiliando na conscientização e promoção de uma cultura do uso correto das vias públicas.

Facilidades no transporte coletivo – O pagamento da passagem com cartões de crédito, débito e pré-pago começa a facilitar a vida dos usuários do transporte coletivo na cidade. No Trensurb, o sistema foi implantado há menos de 2 semanas, e já tem 2 mil passageiros que utilizam essa modalidade todos os dias.

Os testes com a tecnologia “Contactless”, pela qual basta aproximar o cartão de débito ou crédito do leitor e o valor da passagem é automaticamente descontado da conta ou fatura do usuário, estão sendo feitos nas lotações Menino Deus e nos ônibus T1, da Carris. De acordo com o diretor técnico da Procempa, Michel Costa, aos poucos o projeto piloto será ampliado para outras linhas. “É um compromisso desta gestão utilizar a tecnologia e as ferramentas inovadoras disponíveis para melhorar a mobilidade urbana e facilitar a vida das pessoas. Logo devemos expandir esse sistema para todo o transporte público da Capital”, salientou.

GPS – O sistema de GPS está sendo testado em duas linhas de ônibus da cidade. A inovação permite o controle sobre a localização, o deslocamento e os horários. Com base nos dados, o objetivo é melhorar a gestão do transporte coletivo e adequar o sistema à realidade de Porto Alegre. Além disso, os usuários poderão ter acesso às informações dos veículos e sobre os horários em que chegarão em cada parada. O sistema está em teste em todos os 14 veículos da linha T12 e em 19 dos 24 da linha T1.

Reconhecimento Facial – O próximo passo é implantar o sistema de reconhecimento facial nos ônibus e lotações. O objetivo é evitar fraudes, como a utilização de cartões TRI com benefícios por outras pessoas, e também dar mais segurança ao transporte coletivo.
* Prefeitura Municipal


Voltar Mais Cidades...


Editora do site: Vital Comunicações - WhatsApp e Fone OI (51) 98406-0092 e-Mail: juarez@owicki.com.br