Responsabilidade sobre o conteúdo das matérias Nossos Poetas


Nostalgia

Amaro Flores Castilhos

Quando outrora fluía poesia aos favos
e os jovens maduros de sexo se incendiavam
e o rio corria elegante junto aos bosques,
a vida
era mais serenata
transcendência e pé no chão.

Mais gordos os poentes recheavam as tardes
mais saudáveis os velhos namoravam as praças
e a vida era mais brisa
sedução
emoção e bons tempos.

Quando outrora o amor tinha pulmões
e cantava a carne pura da terra
e mais limpa soava a palavra do coração,
a vida era mais saúde
canção
euforia e harmonia.

Nos resta hoje polir o verniz da memória
trocar as cordas gastas do violão,
divagar no amarelo da fotografia
sorrindo
em televisão
vídeo
dvd
game e muita
muita
solidão.

Do livro do autor: Vinte anos de poesia


Voltar Mais Nossos Poetas...


Editora do site: Vital Comunicações - WhatsApp e Fone OI (51) 98406-0092 e-Mail: juarez@owicki.com.br