Responsabilidade sobre o conteúdo das matérias Nossos Poetas


Apenas um cálice de vinho

Amaro Flores Castilhos

Deus e filósofos da antiguidade
máitres e chefs da atualidade
degustadores de plantão
doutores do coração;
sirvam-me com carinho
um cálice de vinho.

Pode ser o vinho dos frades barrigudos
pode ser o vinho dos gregos sisudos
pode ser o vinho dos romanos absurdos,
qualquer vinho alimenta minha alma
qualquer vinho alonga minha calma.

Pode o álcool desta taça
não salvar a humanidade
mas pode um pouco de graça
nos restituir a igualdade.

Sou do signo do amor
também sou poeta da dor
descobri meu paladar na solidão
colhendo uvas de um parreiral
que madrugava em minha mão.
Voltar Mais Nossos Poetas...


Editora do site: Vital Comunicações - WhatsApp e Fone OI (51) 98406-0092 e-Mail: juarez@owicki.com.br